Portal Se Liga Pilões-PB
Share Button

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Servidores protestam contra PEC e auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para juízes


 Servidores do Poder Judiciário na Paraíba fazem ato público na manhã desta quarta-feira (29) em frente ao Tribunal de Justiça da Paraíba, no Centro da Capital. O objetivo da manifestação é contestar a aprovação da PEC 63, que pode criar a gratificação por tempo de serviço para magistrados e promotores de justiça, e também contra a regulamentação do auxílio-moradia para juízes do País.

O movimento é organizado pela Federação Nacional dos Servidores Judiciários (Fenajud), coordenado na Paraíba pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário. De acordo com o presidente da Fenajud, Valter Assis Macedo, o Judiciário brasileiro não pode ser "caracterizado pelo pagamento de privilégios".

Os servidores alegam que "o comprometimento dos recursos dos Judiciários Estaduais com privilégios, representam a quebra dos orçamentos dos judiciários em quase todos os Estados, o que resultará em maior precarização no atendimento prestado à sociedade".

O presidente da Fenajud concorda que os magistrados devem ser valorizados, mas não da forma como vem acontecendo porque, segundo ele, "este modelo de Judiciário, antidemocrático, que aumenta ainda mais as diferenças é contrário aos interesses sociais”.

A PEC 63/2013, apresentada pelo Senador Gim Argello (PTB/DF), propõe o restabelecimento dos quinquênios (o acréscimo de 5% sobre o subsídio a cada cinco anos de serviço), a título de 'parcela indenizatória de valorização', como retribuição à permanência na função de magistrado ou membro do ministério público.

Se aprovada, a remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal chegará a R$ 39.774,04 por mês; os desembargadores passariam para R$ 35,9 mil e os juízes federais para R$ 34,1 mil. Todos valores ficam acima do teto constitucional de R$ 29,4 mil.

Considerando 13 remunerações anuais, sem férias, os magistrados brasileiros recebem, hoje, em torno de R$ 382 mil/ano. Com a PEC, estes valores passariam para cerca de R$ 517 mil/ano.

Servidores do Poder Judiciário na Paraíba fazem ato público na manhã desta quarta-feira (29) em frente ao Tribunal de Justiça da Paraíba, no Centro da Capital. O objetivo da manifestação é contestar a aprovação da PEC 63, que pode criar a gratificação por tempo de serviço para magistrados e promotores de justiça, e também contra a regulamentação do auxílio-moradia para juízes do País.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O movimento é organizado pela Federação Nacional dos Servidores Judiciários (Fenajud), coordenado na Paraíba pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário. De acordo com o presidente da Fenajud, Valter Assis Macedo, o Judiciário brasileiro não pode ser "caracterizado pelo pagamento de privilégios".

Os servidores alegam que "o comprometimento dos recursos dos Judiciários Estaduais com privilégios, representam a quebra dos orçamentos dos judiciários em quase todos os Estados, o que resultará em maior precarização no atendimento prestado à sociedade".

O presidente da Fenajud concorda que os magistrados devem ser valorizados, mas não da forma como vem acontecendo porque, segundo ele, "este modelo de Judiciário, antidemocrático, que aumenta ainda mais as diferenças é contrário aos interesses sociais”.

A PEC 63/2013, apresentada pelo Senador Gim Argello (PTB/DF), propõe o restabelecimento dos quinquênios (o acréscimo de 5% sobre o subsídio a cada cinco anos de serviço), a título de 'parcela indenizatória de valorização', como retribuição à permanência na função de magistrado ou membro do ministério público.

Se aprovada, a remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal chegará a R$ 39.774,04 por mês; os desembargadores passariam para R$ 35,9 mil e os juízes federais para R$ 34,1 mil. Todos valores ficam acima do teto constitucional de R$ 29,4 mil.

Considerando 13 remunerações anuais, sem férias, os magistrados brasileiros recebem, hoje, em torno de R$ 382 mil/ano. Com a PEC, estes valores passariam para cerca de R$ 517 mil/ano.

Pai mata filha de dois anos de idade para se vingar de mulher, que queria se separar



pai mata filha no paranaUm crime bárbaro foi registrado no fim da tarde desta terça-feira (28) em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. Um pai matou a própria filha de 2 anos com um tiro na cabeça, lançou o corpo em uma ribanceira e, ao ser preso, confessou que fez isso só para se vingar da mãe da criança, que ameaçava se separar dele. O homem cometeu o crime durante um passeio e atirou na filha na frente dos outros dois filhos, de 7 e 5 anos.
O crime aconteceu no bairro Roça Grande, em Piraquara. Segundo a polícia, o eletricista Marco Antonio Vieira Leal, de 36 anos, levou os três filhos, de 7, 5 e 2 anos para um banho de cachoeira na região da Serra do Mar. Passou o dia com as crianças e, na volta, pediu para que os dois filhos mais velhos caminhassem um pouco à frente e ficou com a mais nova, Vitoria Emanuelle. Segundo o relato das crianças, Leal simplesmente pegou o revólver e atirou na cabeça da pequena Vitoria que, provavelmente, morreu na hora. Em seguida, jogou o corpo da filha em uma ribanceira e ameaçou os outros dois dizendo que iria acontecer o mesmo com eles se falassem para alguém.
Da Redação
Com Terra via Maispb

Após ser chamado de "bicha" e levar tapa no rosto jovem mata homem a facadas

Célio José do Carmo, de 42 anos, foi morto a facadas na noite de segunda-feira (27) e o corpo dele foi encontrado ontem à noite (28), por volta das 23h, pela Polícia Militar (PM). O acusado pelo homicídio, Cláudio Conceição Salvador, de 22 anos, foi preso e confessou o crime, que aconteceu numa residência, na Rua Doutor Fauze Saueia, no Bairro Jardim Los Angeles, em Campo Grande (MS).
De acordo com informações do boletim de ocorrência, Célio trabalhava num terminal rodoviário e no bar de uma borracharia, localizado na Avenida Gury Marques, onde Cláudio também trabalhava. O acusado morava com a vítima há um tempo e os dois teriam discutido na segunda-feira.

Cláudio confessou à polícia que havia consumido droga na sala da residência, quando Célio chegou e disse que também queria usar entorpecente. O jovem afirmou que houve uma discussão entre os dois e Cláudio deu um tapa no rosto dele.

Na versão do autor, ele ameaçou a vítima de morte, porém Célio não se intimidou e o chamou de “bicha”, “bundão”, e que não teria coragem de matá-lo. Cláudio então pegou uma faca na cozinha e ameaçou novamente Célio, que tentou bater nele e foi surpreendido com um golpe "mata-leão" desferido pela vítima. O acusado levou Célio para o quarto, o imobilizou e desferiu cerca de cinco golpes de faca no pescoço do homem e, ao ver que Célio ainda respirava, colocou um pedaço de pano em sua boca. No entanto, a perícia constatou sete perfurações na nuca e uma no rosto da vítima.

Depois de constatar que o homem já estava morto, Cláudio tomou banho, assistiu televisão e foi dormir. Ele disse à polícia, que se levantou às 8h e caminhou até a saída de Cuiabá da Capital, parou numa borracharia e pediu para passar a noite ali.

O proprietário da bocharia acionou a Polícia Militar, depois que o acusado comentou que havia matado uma pessoa. Ele foi preso, confessou o crime e que a faca utilizada no homicídio foi deixada atrás do cesto de lixo do banheiro da residência. Questionado se teria algum envolvimento amoroso com a vítima, o autor negou e relatou somente que “não aceitava levar tapa na cara” e estava sob efeito de droga.

No bolso da vítima foram localizadas duas lâminas de cheques no valor de R$ 2 mil cada. Segundo o dono da borracharia, onde Célio trabalhava, os cheques são provenientes da venda de pneus do comércio.

Correio do Estado

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Chinesa causa polêmica ao financiar viagem dormindo com um homem diferente em cada cidade que visita

Uma jovem chinesa causou polêmica por conta de sua atitude para conseguir viajar “gratuitamente”. Ela ofereceu dormir com um homem diferente em cada cidade que visita. 

Ju Peng, de 19 anos, vive em Xangai. Ela publicou na rede social Weibo um anúncio para o financiamento da viagem. 

A garota procura “namorados temporários”, os quais devem ter boa aparência, idade inferior a 30 anos, mais de 1,75 metros e que sejam ricos. “Usarei minha beleza para tudo o que eu quero”, comentou. 

Uma garota causou polêmica por conta de sua atitude incomum. Ela ofereceu dormir com um homem diferente em cada cidade que visita

O fato, porém, não foi visto com bons olhos pela maioria dos internautas. Muitas mulheres afirmaram que a atitude não era descente para uma garota. 

Apesar disso, diversos homens logo se candidataram para a “aventura”. 

“Eles vão financiar meu transporte às suas cidades e todos os meus gastos enquanto estiver lá. Eles precisam ser generosos”, escreveu Peng.

Sistema de atendimento à violência contra mulheres é lançado na Paraíba

Será lançado, nesta quarta-feira (29), o Sistema de Informação de Atendimento a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual. O lançamento acontecerá às 19h, durante o Seminário Estadual - Implementação da Lei Maria da Penha na Paraíba: uma ação coletiva, que acontecerá até a sexta-feira (31), no Hotel Verde Green, em João Pessoa. 

O evento é uma realização do Governo da Paraíba, por meio das Secretarias de Estado da Mulher e da Diversidade Humana da Paraíba, da Segurança e Defesa Social e da Delegação da União Europeia no Brasil.

A abertura do seminário contará com as presenças da secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares; do secretário de Estado de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima; da delegada da Mulher de João Pessoa, Maísa Félix; e da assessora do Programa de Cooperação-Delegação da União Europeia no Brasil, Ana Almeida.

O Sistema de Informação a Mulheres Vítimas de Violência Doméstica e Sexual registrará todos os atendimentos de violência doméstica e sexual feito por todos os órgãos e organizações que atuam na Rede de Atenção às mulheres vítimas de violência na Paraíba. 

No evento, serão capacitados delegados e policiais civis de 40 municípios onde não funcionam delegacias especializadas para fazer o atendimento de mulheres em situação de violência. Cada delegacia receberá computadores com o programa de Sistema de Informação instalado.

A parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana e da Secretaria de Segurança e Defesa Social, com a Delegação da União Europeia no Brasil foi incentivada pela Cunhã Coletivo Feminista e busca fortalecer as ações de interiorização da aplicação da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) com os operadores da Segurança e Justiça.

Com Portal Correio

Bezerro invade igreja durante missa

Um bezerro invadiu uma igreja durante a realização de uma missa, no último domingo (26), no município acreano de Santa Rosa do Purus, distante cerca de 300 km da capital Rio Branco. O caso ganhou repercussão nesta terça-feira (28), depois do padre que celebrava a missa ter postado uma foto do animal em seu perfil no Facebook.

De acordo com o padre Mássimo Lombardi, que celebrava o culto católico, o animal teria entrado na igreja por ter se assustado com o barulho causado pela explosão de fogos de artifício que estavam sendo utilizados por militantes políticos para comemorar o resultado das eleições.

Curiosamente, a igreja em que o animal buscou abrigo é dedicada a São Francisco de Assis, conhecido pelos católicos como santo protetor dos animais.

Ainda segundo Lombardi, apesar da situação inusitada, o restante da missa correu tranquilamente e brinca dizendo que o animal teria até gostado de "assistir" à missa.

"A mensagem do evangelho era amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo, então, o bezerro ficou muito alegre com isso, pois achava que todo mundo ia expulsá-lo. Minha pregação agradou muito ao bezerro", diz rindo.

O padre diz que após o final da missa, o animal deixou a igreja junto com os fiéis e ele não conseguiu identificar o dono. "Acho que esse bezerro era bem inteligente", destaca.

G1

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Jovem tenta separar briga e acaba sendo assassinado com três tiros na cabeça no sertão da PB



20141028133839_03O jovem Francisco Farias de Freitas, mais conhecido como “Chico de Jota”, que tinha 28 anos, foi assassinado a tiros por volta das 22h30, desta segunda-feira (27), no Sítio São Félix, no município de Bom Jesus, Sertão paraibano.
De acordo com informações da Polícia Militar, houve discussão entre duas pessoas durante uma bebedeira e Chico de Jota tentou separar a briga. Revoltado, o acusado Cícero Trajano Caetano, mais conhecido como “Chapolim” efetuou vários disparos de arma de fogo contra Chico.
O jovem foi atingido com três tiros na cabeça e morreu no local. Uma equipe do Instituto de Polícia Científica (IPC) realizou perícia no local do crime e em seguida o corpo foi encaminhado pelo rabecão, até o Instituto Médico Legal (IML) em Patos, para realização do exame cadavérico.
A Polícia Militar foi acionada e realizou diligências, mas até o momento o acusado do homicídio não foi encontrado.
Da Redação
Com Diário do Sertão

Ônibus com adolescentes teve lateral arrancada em acidente com 11 mortos

Colisão entre ônibus e carreta foi na SP-304, em Ibitinga. Prefeitura de Borborema decretou luto de três dias.

Um grave acidente entre um caminhão e um ônibus de estudantes deixou 11 mortos e 30 feridos por volta das 23h de segunda-feira (27), em Ibitinga, a aproximadamente de 360 quilômetros de São Paulo. O acidente foi na altura do quilômetro 370 da Rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304). O impacto da batida foi tão forte que a lateral do ônibus foi arrancada e alguns dos passageiros – entre eles pelo menos seis adolescentes, de 15 a 17 anos – foram arremessados para fora do veículo. As vítimas morreram na hora. Vários passageiros ficaram presos nas ferragens.

Pelo menos 30 pessoas ficaram feridas (Foto: Reprodução / TV TEM)Pelo menos 30 pessoas ficaram feridas
(Foto: Reprodução / TV TEM)
Na manhã desta desta terça-feira (28) os bombeiros localizaram a 11ª vítima. O corpo – totalmente carbonizado – foi encontrado nos destroços da carreta, que transportava óleo vegetal e pegou fogo após a colisão. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves. Já o motorista do ônibus ficou gravemente ferido.
O incêndio no local da batida só foi contido duas horas depois, por equipes do Corpo de Bombeiros.
Os estudantes tinham saído de São Paulo, onde participaram de uma excursão, e seguiam para Borborema. A colisão foi a aproximadamente 30 quilômetros do destino final, em um trecho da rodovia que está em obras.
Acidente foi na SP-304, em Borborema (Foto: Editoria de Arte/G1)
Por causa do acidente, a rodovia, que é de mão dupla, está operando com pista simples, no sistema Pare e Siga.
Vítimas
A Secretaria de Educação de Borborema confirmou a morte das professoras da escola Dom Gastão Liberal Pinto: Márcia Martins de Carvalho Biasotto, Roseneide Aparecida Caseta Montera, Margarete Aparecida Lucas dos Santos. Também morreu a diretora da Escola Municipal Ana Rosa: Marisa Aparecida Mansano dos Santos.
Os nomes dos adolescentes ainda não foram confirmados pelo Instituto de Criminalística de Araraquara.
Os feridos – vários deles em estado grave – foram encaminhados para os hospitais de Ibitinga e Borborema.
A secretária de Educação, Maria Ângela de Martins, contou que três ônibus participavam da excursão. Dois deles já tinham chegado ao destino final. “Essa empresa de ônibus sempre fazia as viagens [organizadas pelas escolas]”, observou a secretária.
Os corpos foram levados para o IML de Araraquara e devem ser liberados até o fim da manhã, para serem velados em uma cerimônia coletiva em Borborema.
Em virtude da tragédia, a prefeitura de Borborema decretou luto oficial de três dias.
Em nota, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo lamentou a tragédia. Confira a íntegra:
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo lamenta profundamente o grave acidente registrado na noite desta segunda-feira (27), que vitimou estudantes e funcionários da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, de Borborema, quando voltavam de uma excursão à Sala São Paulo, na capital do Estado. O veículo que transportava os passageiros pertence a uma empresa contratada pela Diretoria Regional de Ensino de Taquaritinga. Estão confirmadas as mortes de 11 pessoas (sete alunos, três professoras e uma mãe de aluno). Outros 24 feridos no acidente foram encaminhados às Santas Casas de Borborema e de Ibitinga, e representantes da Secretaria na região foram destacados para acompanhar os atendimentos. A Polícia Militar e o serviço de atendimento de emergência estiveram no local durante toda a noite realizando o resgate. O secretário da Educação do Estado, Herman Voorwald, já se deslocou da capital para a cidade.
Lateral do ônibus foi arrancada em colisão (Foto: Divulgção / Portal Ternura FM)Lateral do ônibus foi arrancada em colisão (Foto: Divulgação / Portal Ternura FM)
Caminhão pegou fogo (Foto: Divulgção / Portal Ternura FM)Caminhão pegou fogo (Foto: Divulgção / Portal Ternura FM)

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Após resultado, Ricardo Coutinho comemora vitória mais difícil de sua vida


 Após a confirmação da reeleição na noite deste domingo, o governador Ricardo Coutinho (PSB) concedeu uma entrevista coletiva em João Pessoa e afirmou que esta foi a vitória mais difícil de sua vida. Ricardo afirmou durante a entrevista que "não enfrentamos apenas um candidato, mais uma união de forças econômicas, da sociedade, da mídia, manipulação de pesquisas, buscaram criar um sentimento que não era o sentimento da população. Foi uma disputa entre o conteúdo e a embalagem, entre o fazer e o prometer e o povo da Paraíba chamou pra si, a responsabilidade de fazer a escolha".
Ao lado do prefeito de João Pessoa Luciano Cartaxo, do senador Vital do Rêgo e de outras lideranças partidárias, Ricardo agradeceu os mais de um milhão de votos depositados nas urnas para ele. "Quero fazer um agradecimento sincero e verdadeiro ao povo paraibano, que nos deu muita energia para essa caminhada. Foi muito difícil, talvez a mais difícil que eu tenha feito ao longo da minha vida", destacou.
Ricardo ainda acredita que terá a oportunidade de fazer um bom governo contando com o apoio dos senadores e deputados. "Eu vou ter a capacidade para, ao lado de dois senadores, de uma boa bancada no Congresso Nacional, de uma boa bancada na Assembleia Legislativa, ter uma boa governabilidade. Tivemos uma vitória bonita, uma vitória maiúscula, uma vitória que consolida uma posição na Paraíba: que nenhum de nós é imbatível, que o povo elege e tira quem acha que deve tirar", ressaltou.
O governador ainda lembrou de companheiros que faleceram durante a campanha, como o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, Raniery Barbosa, irmão do deputado eleito Ricardo Barbosa e o Coronel Chaves. Ricardo ainda lembrou de Ariano Suassuna em sua fala. "Para encerrar, gostaria de dizer umas palavras do mestre Ariano Suassuna, que sempre que me encontrava dizia para mim: 'nós somos madeira de lei que cupim não rói'".