Portal Se Liga Pilões-PB
Share Button

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Aposentado é preso suspeito de abusar das duas filhas na Paraíba


Um aposentado de 50 anos foi preso na quinta-feira (24) em Guarabira, no Agreste paraibano, suspeito de ter abusado sexualmente das duas filhas. A prisão aconteceu em cumprimento a um mandado de prisão expedido após a abertura da investigação, em janeiro deste ano. De acordo com o delegado do caso, Ricardo Sena, os abusos foram denunciados pela filha de 19 anos ao saber que a irmã, atualmente com 13 anos, estava sofrendo as mesmas violências sexuais que ela tinha vivenciado quando era mais nova.

Segundo a polícia, os abusos aconteciam em um sítio na Zona Rural de Mulungu, cidade vizinha a Guarabira, onde as meninas moravam com a mãe, conforme a denúncia feita ao delegado Ricardo Sena. “A filha mais velha comentou que já havia ‘digerido’ essa violência, mas ao perceber que a irmã estava sofrente do mesmo mal, após ter uma conversa e se certificar, decidiu não permitir que a irmã mais nova passasse por toda aquela violência que sofreu”, explicou Sena.

Ainda de acordo com a denúncia relatada ao delegado do caso, o aposentado começava a abusar das filhas quando eles completavam de 9 a 10 anos. Na delegacia, o suspeito negou as acusações no seu depoimento, segundo a polícia. Para Ricardo Sena, a riqueza de detalhes descritos pelas vítimas reforçaram a veracidade da denúncia.

“Desde as primeiras oitivas a gente tinha a convicção, pela força, pela riqueza de detalhes das versões dadas pelas vítimas. Esse inquérito tramitou e agora na fase de processo essa prisão é decretada. Fato que reforça a tese de que ele abusava das filhas”, avaliou o delegado. Após ser ouvido na delegacia de Guarabira, o aposentado foi encaminhado para a cadeia pública de Alagoinha, cidade do Agreste da Paraíba, de onde o mandado de prisão havia sido expedido.

G1

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Flamengo Crise dentro e fora de campo

E como nem tudo são flores... Capitulo 48 

Episódio de hoje: Mais uma da "herança maldita" dos ladrões que administraram o clube no passado... 


Patrocínio segue retido, e Fla acumula dívida com elenco e empresários
Clube não tem previsão para quitar salários de junho e não paga direito de imagem há dois meses. Débito de comissão por negociação supera casa dos R$ 5 milhões

Por Cahê Mota, Eduardo Peixoto e Thales Soares
Rio de Janeiro




Não é só dentro de campo que o Flamengo tem se deparado com dificuldades para se encontrar no Campeonato Brasileiro. Fora das quatro linhas, em um segmento que andou controlado desde o início da gestão Eduardo Bandeira de Mello, o clube tem passado sufoco recentemente: o financeiro. Com o pagamento das cotas de patrocínio da Caixa Econômica Federal bloqueado, os salários dos jogadores estão atrasados desde o último dia 7 - quinto útil do mês -, e o elenco não recebeu nenhum tipo de previsão para que sejam quitados. O débito com quem recebe direito de imagens é ainda maior, dois meses, além de dívida na ordem de R$ 5 milhões com empresários.
Recentemente, o Banco Central incluiu o Fla no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) por irregularidades no registro dos valores de negociações internacionais, no período entre 1990 e 1998, totalizando um débito de R$ 38 milhões. Porém, com juros, o valor chega a R$ 80 milhões. Desta forma, a Caixa, por ser uma instituição pública, não pode repassar dinheiro ao Rubro-Negro - deveria pagar por mês R$ 2 milhões. De acordo com a diretoria, até que uma solução seja encontrada para o caso, o clube fica de mãos atadas para cumprir com seus compromissos no futebol.
No total, a folha do departamento gira em torno de R$ 9 milhões - valor que envolve dívidas antigas, categorias de base, staff, entre outros compromissos. A remuneração dos funcionários está em dia. O mesmo, no entanto, não vale para os jogadores. Levando em conta somente o elenco atual, o gasto mensal é de cerca de R$ 5 milhões, montante que o Rubro-Negro garante não ter condição de pagar. Já o grupo com dívida mais alta é bem menor, e o GloboEsporte.com confirmou somente os nomes de Felipe, Chicão e André Santos entre os que ainda têm o salário dividido entre carteira de trabalho e direito de imagem.
Este atraso é o mais longo desde o início da gestão Bandeira de Mello. O próprio presidente admitiu que ainda busca entendimentos para solução da nova dívida apresentada, mas revelou preocupação em não deixar que o débito se estenda a outros ramos, como pagamento de impostos, mantendo o Flamengo em dia com as obrigações para manter as Certidões Negativas de Débito:
- Estamos buscando alternativas. Alguns clubes tiveram este mesmo tipo de cobrança e conseguiram provar na Justiça que era indevido. Podemos partir para o mesmo caminho, mas todas as alternativas estão sendo consideradas. O importante é que nenhuma dívida deixa de ser paga (...) Estamos com esse problema, mas não deixamos de pagar um centavo de imposto. Até para mostrar para torcida que damos o exemplo, mas também para o Governo que não alteramos a filosofia.
Até o momento, o elenco tem encarado de maneira compreensiva o problema financeiro do Flamengo e não aconteceu nenhum tipo de questionamento mais forte internamente.
Dívida de R$ 5 milhões com empresários
Se o atraso no pagamento de jogadores é algo recente no clube, o mesmo não se pode falar da dívida com empresários que participaram das negociações de boa parte dos 24 jogadores contratados na gestão atual. Como é hábito nas transações, muitos participantes cobram comissões por conta dos acertos, e o montante ainda não quitado com estes intermediários já supera a casa dos R$ 5 milhões em um ano e meio de mandato.
Abaixo, a relação dos "meliantes" que "administraram o clube" nesse período ...

Gestão em 1989 - 1990
Gilberto Cardoso Filho



 Foi presidente no ano de 1989 e 1990 retornando a presidência em 2002 como interino


Gestão em 1991 - 1992
Marcio Baroukel de Souza Braga


Foi presidente do clube nos mandatos
1977 - 1978 - 1979 - 1980 - 1987 - 1988 - 1991 - 1992 - 2004 - 2005 - 2006 - 2007 - 2008 - 2009


Gestão em 1993 - 1994

Luiz Augusto Veloso



Mandatos: 1993 - 1994

Gestão em 1995 - 1996 - 1997 - 1998

Kléber Leite



Mandatos : 1995 - 1996 - 1997 - 1998

TOTAL ATUALIZADO:


R$ 80 MILHÕES DE REAIS QUE "DESAPARECERAM" DOS COFRES DO CLUBE !!!

AGORA ESSES CARAS SE JUNTAM PARA EXIGIR ALGO NO FLAMENGO ...

NO CÓDIGO PENAL ISSO SERIA CONSIDERADO "FORMAÇÃO DE QUADRILHA"... 
 
Matéria extraída do blog Uma Nação Chamada Flamengo

 

Motociclista sofre acidente após entrevista a repórter da Globo sobre segurança no trânsito

Um caso inusitado de violência no trânsito foi flagrado pela câmera da equipe da TV Gazeta Sul, afiliada da Globo. Durante a gravação de uma reportagem sobre o grande número de acidentes em um trevo localizado na rodovia ES-164, que liga Cachoeiro de Itapemerim a Vargem Alta, no sul do Espírito Santo, um dos entrevistados acabou se acidentando.
Curiosamente, o motociclista tinha acabado de dar uma entrevista reclamando das condições de segurança da região. Os dois homens que dirigiam as motos que colidiram não tiveram ferimentos e conseguiram sair andando do local. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-ES) informou que melhorias de sinalização estão previstas.
Assista à cena:

Paraiba.com

Atlético-MG CAMPEÃO da Recopa Sul-Americana 2014 [CanalJGEsportes]




Na véspera de comemorar um ano da conquista do título da Taça Libertadores, o Galo tem novamente a América a seus pés. Jogando diante de sua apaixonada torcida, num Mineirão lotado e pintado de preto e branco por 54.786 pagantes, o Atlético-MG venceu o Lanús, por 4 a 3, na noite desta quarta-feira, e levantou a Recopa Sul-Americana, pela primeira vez em sua história. Os gols da partida foram feitos por Diego Tardelli, Maicosuel, Luan e Ayala (contra) para o Galo, e Ayala, Santiago Silva e Acosta para o Lanús. O resultado só foi concretizado na prorrogação. No tempo normal, o Lanús venceu por 3 a 2. Nos 30 minutos extras, o Atlético-MG fez 2 a 0. A vitória por 1 a 0, no jogo de ida, em Lanús, garantiu aos brasileiros o placar agregado de 5 a 3.
O Galo teve que suar muito para ser campeão. A fraca atuação do Lanús, semana passada, na Argentina, deixou a impressão de que o time brasileiro teria vida fácil no Mineirão. O gol de Diego Tardelli, o centésimo dele com a camisa do Atlético-MG, logo aos seis minutos do primeiro tempo, reforçou ainda mais esta ideia. Mas o que se viu em campo foi um Lanús muito mais ligado e envolvido com o jogo, o que deu mais valor à conquista. A Recopa é o quarto título internacional oficial do Atlético-MG. Além da Libertadores de 2013, o Galo também ganhou a Copa Conmebol em 1992 e 1997.
A festa da torcida promete ser grande. Os atleticanos vão juntar o aniversário de um ano da vitória sobre o Olímpia, que valeu a Libertadores do ano passado, com o triunfo diante do Lanús para fazer uma comemoração que não tem hora para acabar nas ruas de Belo Horizonte.
Os dois times voltam a campo domingo, em jogos válidos por competições nacionais. Pelo Campeonato Brasileiro, às 16h (de Brasília), o Atlético-MG enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife. Pela Copa Argentina, às 16h15, o Lanús recebe o Colón, no Estádio La Fortaleza, em Lanús.
Jogo empolgante
O jogo começou quente e repleto de alternativas no Mineirão. Com oito minutos de bola rolando, o placar já mostrava 1 a 1. O Atlético-MG saiu na frente, aos cinco. O árbitro uruguaio Roberto Silvera marcou pênalti de Araujo, depois que Leonardo Silva cabeceou e a bola bateu na mão do jogador argentino. Diego Tardelli cobrou com categoria para marcar seu centésimo gol com a camisa do Galo e entrar definitivamente para a história do clube mineiro. A torcida alvinegra, entretanto, não teve nem tempo para comemorar. Dois minutos depois, Ayala empatou para o Lanús, num lance em que recebeu a bola na entrada da área e soltou a bomba, sem chances de defesa para Victor.
Diego Tardelli, Leonardo Silva e Ronaldinho gol Atlético-MG (Foto: AP)Diego Tardelli abriu o placar e comemorou seu centésimo gol com a camisa atleticana (Foto: AP)


A partir daí, a partida ficou tensa para o Galo, que encontrou muito mais dificuldades do que no primeiro jogo, semana passada, na Argentina. O Lanús, que pouco apresentou jogando em casa, mostrou coragem, talento e força que parecia não ter. Com isto, conseguiu a virada. Num lance confuso dentro da área do Atlético-MG, a bola sobrou para Santiago Silva. Caído, El Tanque, empurrou a bola para dentro do gol.
Atrás no placar, o Galo não se deixou abater. Colocou a cabeça no lugar e partiu para buscar um novo empate, que saiu aos 37 minutos. Marcos Rocha fez boa jogada pela direita e achou Maicosuel na área. O meia não perdoou e marcou o segundo gol atleticano para deixar tudo igual mais uma vez. O empolgante primeiro tempo ficou mesmo no 2 a 2 e deixou na torcida a expectativa de que muito mais emoções ainda seriam vividas no Mineirão.
Drama até o fim
Sem nada a perder, o Lanús se mandou para o ataque desde os minutos iniciais do segundo tempo. A postura ofensiva do time argentino cedeu espaços para o Atlético-MG buscar os contra-ataques e o jogo continuou muito bom em Belo Horizonte.
O drama foi o principal ingrediente da segunda metade da etapa final. O Lanús buscou o gol insistentemente, criando alternativas de jogo pela direita e pela esquerda e incomodando Victor e os zagueiros atleticanos a todo o momento. Como o Galo não conseguia articular bem a saída para o campo ataque, teve que lutar contra a pressão até o final do jogo.
Ronaldinho gol Atlético-MG (Foto: Reuters)Ronaldinho Gaúcho acabou substituído no segundo tempo da partida no Mineirão (Foto: Reuters)


Quando parecia que a taça ficaria em Belo Horizonte, o Lanús fez o terceiro gol. Aos 48 minutos, Santiago Silva cabeceou, Victor deu rebote e Acosta entrou no meio da área, na base da raça, para colocar o Lanús em vantagem. O resultado de 3 a 2 favorável aos argentinos levou a decisão para a prorrogação.
Luan salvador
O tempo extra ainda tinha muito mais emoções reservadas para os torcedores. Os dois times se alternavam no ataque e o jogo voltou a ficar equilibrado. O Lanús teve boas chances com Santiago Silva e Ayala, e o Atlético-MG com Dátolo. Mas foi Luan quem balançou as redes. O atacante, que entrou no lugar de Ronaldinho Gaúcho, cruzou na área, a bola desviou em Gómez e traiu o goleiro Marchesín. O empate fez a taça voltar para as mãos do Galo. Os argentinos se mandaram para o ataque, mas, ainda levaram mais um gol. Ayala tentou o recuo de cabeça para Marchesín e acabou marcando contra. A torcida, enfim, pôde respirar e comemorar aliviada.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Ney Franco deixa o Flamengo, e Luxemburgo vai assumir a equipe

Ex-atacante Deivid será o auxiliar técnico, enquanto Antonio Mello retorna para a preparação física do time rubro-negro. Luxa treina o time a partir desta quinta-feira.

vanderlei luxemburgo flamengo x potosi (Foto: AP)Vanderlei Luxemburgo foi demitido em 2012 após perder queda de braço com Ronaldinho (Foto: AP)
Três dias após a goleada sofrida por 4 a 0 para o Internacional, Ney Franco foi demitido do Flamengo. Desde que retornou ao clube para sua segunda passagem, o comandante não venceu. A equipe entrou em campo sete vezes, com quatro derrotas e três empates. Vanderlei Luxemburgo assumirá o comando rubro-negro a partir desta quinta-feira. Ele assinará contrato até dezembro de 2015.

- A gente não podia demitir o Ney antes de encontrar o nome ideal. E o Luxemburgo é um consenso no clube - disse o diretor de futebol Felipe Ximenes. 
A diretoria rubro-negra, em seu site oficial, confirmou a saída de Ney Franco, que tinha compromisso até o fim do próximo ano, e a chegada do novo comandante. O preparador físico Alexandre Lopes e o auxiliar técnico Éder Bastos também deixaram o clube.
Essa será a quarta passagem de Luxemburgo pelo Rubro-Negro. O ex-atacante Deivid será auxiliar técnico do treinador. Antonio Mello será o preparador físico e já participa do treino desta quarta-feira à tarde, no Ninho do Urubu. A estreia da nova comissão será no clássico deste domingo, contra o Botafogo, no Maracanã, às 18h30. O time está na lanterna do Brasileiro, com apenas sete pontos.
Luxemburgo não trabalha desde novembro do ano passado, quando foi demitido do Fluminense na reta final do nacional com o clube na zona do rebaixamento. Sua última passagem pela Gávea foi entre 2010-2012, quando venceu o Carioca de 2011. Antes, passou em 1991 e 1995, sem conquistas.
Há dois anos, Luxa foi demitido do clube em fevereiro ainda na gestão de Patricia Amorim após perder queda de braço com Ronaldinho Gaúcho, então astro da equipe. Porém, em maio, o meia-atacante entrou na Justiça e deixou o clube alegando atrasos no pagamento. 
Queda anunciada
Ney Franco no treino do Flamengo (Foto: Marcos Tristão / Agência O Globo)Ney Franco deixa o Flamengo após apenas sete partidas (Foto: Marcos Tristão / Agência O Globo)
Ney Franco vinha sendo muito pressionado. Correntes dentro do clube questionavam o fato de a equipe não ter apresentado padrão de jogo mesmo após um mês de treinamentos durante a paralisação para Copa do Mundo e ter sido presa tão fácil para o Internacional. As opções táticas do treinador também vinham sendo questionadas internamente, assim como os improvisos realizados diante de Atlético-PR e Internacional. Somente nas duas últimas partidas, após a parada para Copa do Mundo, o treinador utilizou 18 jogadores e mudou o esquema do 3-5-2, muito trabalhado no período sem jogos, para o 4-4-2.
Na última terça-feira, o diretor executivo Felipe Ximenes concedeu entrevista no Ninho do Urubu, na qual disse que o momento era de “clareza na tomada de decisões”. O dirigente falou sobre Ney Franco e o garantiu no cargo. 

Reality show com competidores nus está em alta na TV dos EUA. Confira!

Apesar dos nomes sugestivos, esses programas não mostram muito na nudez dos protagonistas

Dating Naked estreou na semana passada nos Estados Unidos (Foto: reprodução/BBC)
A fórmula de alguns programas de namoro na TV já ficou bem conhecida: um grupo de solteiros e desimpedidos viaja para uma ilha paradisíaca, onde participa de competições e passa por vários testes para definir, no final do programa, quem será o (a) escolhido (a). A novidade? Agora os participantes estão nus.  Esse é o conceito de Dating Naked ("Paquerando Pelado", em tradução livre), o novo reality show do canal VH1, distribuído na TV a cabo americana.

O Discovery Channel foi o canal primeiro a tentar a sorte com um programa do gênero, Naked and Afraid ("Pelado e com medo", em tradução livre), que estreou um ano atrás. No programa, dois competidores do sexo oposto devem sobreviver como vieram ao mundo em um local remoto por 21 dias em condições difíceis.

A transmissão do primeiro episódio, em junho de 2013, conseguiu atrair mais de 4 milhões de espectadores - a melhor audiência de estreia do Discovery em vários anos. Agora o programa é um dos mais vistos no disputado horário de domingo à noite.

Além de Dating Naked, recentemente se juntaram à programação de televisão nos Estados Unidos os programas Buying Naked ("Comprando Pelado") e Naked Vegas ("Pelado em Las Vegas").

No primeiro, corretores de imóveis tentam vender casas para potenciais compradores em uma comunidade nudista na Flórida.

Já Naked Vegas, no canal SyFy, mostra as aventuras da proprietária de uma loja de pintura corporal em Las Vegas, apelidada de "Cidade do Pecado".

Tudo pela audiência
Apesar dos nomes sugestivos, esses programas não mostram muito na nudez dos protagonistas - as partes íntimas aparecem pixelizadas ou estrategicamente cobertas por mobiliário ou decoração. Os telespectadores precisam usar a imaginação.

Os produtores de Dating Naked consideram o programa "um experimento social" para ver como dois estranhos se comportam sem roupa. Já os realizadores de Naked and Afraid insistem que a nudez não é o principal elemento da trama, mas sim a habilidade dos participantes em sobreviver em um ambiente hostil.
No caso de Buying Naked, o canal TLC aponta que o programa tem como objetivo mostrar a realidade dos amantes do naturismo, com a qual o público não está familiarizado.

Muitos argumentam que, duas décadas após a estreia do primeiro reality show na TV, é difícil surpreender o público. Apresentar competidores pelados é como os programas tentam se diferenciar da concorrência.

"Assim como acontece com os demais programas, os reality shows são cíclicos", afirma Oriana Schwindt, editora da revista americana TV Guide Magazine.

"Por um tempo, todos faziam competições culinárias, até que a audiência começou a declinar. Teve também uma época em que estavam na moda competições de canto. Ultimamente notamos que elas também já não são tão bem sucedidas", disse Schwindt à BBC.

"Os canais precisam se diferenciar da concorrência e competições com pessoas nuas é uma maneira de fazer isso. Além do quê, esses programas têm custo de produção relativamente baixo, portanto, são muito atraentes para as emissoras."

Segundo Schwindt, os produtores desses reality shows "não têm problema em admitir que o formato é destinado a elevar a audiência, mesmo que estejam chegando aos limites".

Fusão de formatos
Dominic Patten, editor de TV da publicação especializada Dateline Hollywood, observa um outro fenômeno na tentativa dos canais de cabo de reinventar o formato dos reality show.

"No caso de Dating Naked, por exemplo, estão se fundindo dois formatos: um clássico, que é o namoro na TV, com um novo, que são os participantes pelados", disse Patten.

"De qualquer forma, a nudez tem sido parte de reality shows desde o início. Concorrentes são frequentemente exibidos sem roupa em todas as oportunidades."
O jornalista não está convencido de que a moda dos pelados vá durar muito tempo, porque "uma vez que os telespectadores se acostumarem, perde o fator novidade".

Já Oriana Schwindt acredita que enquanto o público continuar assistindo, as emissoras continuarão a apostar na nudez. Mas ela acredita que existem limites.
"Eu não acho que veremos em breve uma versão de Dança dos Famosos em que os competidores apareçam nus", brinca Schwindt.
"Muitas pessoas não querem vê-lo e vai ser difícil implementar, não é?"

BBC Brasil

TJPB e Prefeitura de Solânea firmam parceria em prol da criança e da mulher vítima de violência


O Tribunal de Justiça da Paraíba e a Prefeitura Municipal de Solânea firmaram uma parceria para a instalação do Centro de Apoio à Infância e Juventude e à Mulher Vítima de Violência Doméstica, na Unidade Judiciária daquele município. A assinatura do convênio aconteceu na tarde desta terça-feira (22), pelo presidente em exercício do TJPB, desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira, pelo juiz da Comarca, Osenival dos Santos Costa, e pelo prefeito Beto do Brasil.
Para que a instalação do Centro seja possível, coube ao Tribunal de Justiça ceder um imóvel localizado no Bairro de Santa Mônica, em Solânea, que antes servia de residência oficial do juiz, mas que estava inativo.
Já a Prefeitura Municipal de Solânea terá um prazo de 30 dias para instalar o Centro de Apoio à Infância e Juventude e à mulher Vítima de Violência Doméstica, equipando o imóvel com móveis e provendo com assistentes sociais e psicólogos. O município também terá que arcar com as despesas de manutenção, inclusive, água e energia.
Na opinião do juiz Osenival Costa, a parceria é de relevância social porque vai atender as crianças e adolescentes em situação de risco e as mulheres vítimas de violência doméstica, ocupando um espaço físico que estava sem funcionamento. Ele disse, ainda, que é grande e preocupante o número de casos de violência doméstica no município.
O magistrado observou que a casa cedida ao município de Solânea “será preparada para recepcionar as pessoas enquanto durar a transição das ações na Justiça e razão social do próprio município, afastando a pessoa do ambiente de risco. Além de preservar o patrimônio do próprio Tribunal que estava desativado”.
“A importância maior dessa parceria é a assistência à criança em situação de risco e à mulher vítima de violência que é comum na região e não temos um ambiente de apoio para dar toda assistência que esse público precisa. E a Prefeitura vai contribuir com psicólogo e assistente social, além de advogado para assistir essas pessoas”, afirmou o magistrado.
Já o prefeito Beto do Brasil garantiu que a Prefeitura vai dar celeridade na instalação do Centro, no prazo de 30 dias. Segundo ele, a casa deverá acolher em torno de 10 pessoas, entre crianças em situação de risco e mulheres vítimas de violência, que receberão toda assistência por parte do município.
“Vamos disponibilizar os psicólogos e assistentes sociais, bem como advogados para as mulheres, além de seguranças para evitar que as pessoas acolhidas venham a sofrer perseguições”, disse o prefeito, ao exaltar a ação do juiz Osenival Costa, que propôs a parceria, e o presidente em exercício desembargador Romero Marcelo, que encampou a proposta.
Por Eloise Elane